Com Caramez, Siniop discute ações para saúde ocular em audiência com o secretário de Justiça

Autor da Lei que exige higienização dos óculos 3D (usados nos cinemas) e da lei que proíbe a comercialização de produtos ópticos, ou seja, óculos, lentes de contato e de sol por ambulantes ou em estabelecimentos não autorizados, o deputado estadual João Caramez intermediou dia 04/07 audiência com o secretário de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania, Márcio Fernando Elias Rosa, o presidente do Sindicato Interestadual da Indústria de Óptica do Estado de São Paulo – SINIOP, Rinaldo Dini, seu filho Rinaldo Dini Júnior, e a advogada da Fiesp, Cristiane Aparecida Marion Barbuglio.
A reunião aconteceu na sede da Pasta, em São Paulo, e teve como pauta a discussão sobre a lei nº 15.658 de autoria de Caramez que visa garantir a saúde da visão dos cidadãos paulistas para garantir a devida atenção aos estabelecimentos comerciais especializados e devidamente credenciados para tal finalidade, que dispõem do conhecimento e da técnica adequada para aferir a qualidade dos óculos comercializados e a sua compatibilidade com cada cliente.
“Esta restrição se faz necessária, uma vez que poucos são os fabricantes que se preocupam com a qualidade de seus produtos e oferecem ao consumidor instruções por escrito sobre o melhor uso do produto adquirido”, explicou o deputado que também é autor da lei nº 14472 que obriga os cinemas de São Paulo que exibem filmes em terceira dimensão (3D) a higienizar e embalar individualmente em plástico estéril os óculos que disponibilizam aos espectadores.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *