Dia do Turista na Copa

Com grandes expectativas, teve início aqui em São Paulo, com a cerimônia de abertura e o Jogo Brasil e Croácia, a Copa do Mundo Fifa 2014.

A despeito de qualquer crítica que possa ser feita à forma como esse evento foi organizado ou independente de qualquer julgamento em relação às inúmeras manifestações que ocorreram nesse período, é inquestionável que ao sediar o mais importante evento esportivo do planeta, assistido por mais 3 bilhões de pessoas, o Brasil se colocou na vitrine do mundo.

Coincidentemente, neste momento em que nosso país deve atrair o maior fluxo de turistas, tanto estrangeiros quanto nacionais,  comemoramos o Dia do Turista, que é celebrado anualmente no dia 13 de junho.

Mais do que nunca, esse é um dia para refletirmos sobre a importância do turismo para o nosso país e o quanto essa propaganda que a Copa oferece pode ser produtiva ou não. Se por um lado a exposição e a divulgação do país em todo o planeta pode ampliar o interesse mundial por conhecê-lo melhor, nada será revertido em favor do país se os turistas não forem bem recebidos, se a infraestrutura turística não corresponder ao esperado.

Não basta um bom jogo de futebol em um estádio padrão Fifa. É preciso um bom atendimento ao turista, desde a sua porta de chegada, seja nos aeroportos ou estradas, até nos locais de hospedagem, restaurantes, casas noturnas, museus, etc…. É preciso serviço de qualidade e hospitalidade, para que o visitante possa querer voltar e incentivar familiares e amigos para também visitar o nosso país.

Os dados divulgados apontam uma expectativa R$ 6,7 bilhões de gastos a serem efetuados por cerca 3,7 milhões de turistas, entre nacionais e estrangeiros, que deverão circular pelo país durante os 45 dias do evento. Trata-se, sem dúvida, de uma soma considerável que vai repercutir favoravelmente na economia do país.

São Paulo, por sua vez, escolhida como uma das 12 cidades-sede, também se preparou com uma série de obras e projetos para bem receber os turistas do mundial.

Considerada o maior destino de eventos internacionais, figurando entre as TOP 15 cidades do mundo, com o maior e mais moderno centro hoteleiro, dotada de uma excelente gastronomia com restaurantes da maior qualidade, além de intensa vida cultural, São Paulo já é o principal destino turístico em nosso país.

Mas além da cidade de São Paulo, nosso Estado é privilegiado por possuir outros locais com expressivos atrativos, municípios onde se desenvolvem os mais diversos segmentos do turismo e que também devem se preparar para melhor receber seus visitantes.

Mas não basta apenas ter um excelente atrativo, seja ele natural, artificial ou cultural. A escolha de um destino turístico depende, não só das atrações que possui, mas também da  infraestrutura colocada à disposição do turista, deste o abastecimento de água, energia elétrica e atendimento à saúde, como também da rede hoteleira, serviços de alimentação, transporte, acessos aos pontos turísticos,  dentre outras facilidades  que qualificam a permanência do turista no local.

Por isso, nesse Dia do Turista, vamos torcer para que o nosso país, nosso Estado e os nossos municípios invistam em planejamento e infraestrutura para melhor receber nossos turistas, não só no período de Copa e de grandes eventos, mas como uma política pública que deve ser adotada por todos os governantes.

 

Para frente Brasil!!!

                                               João Caramez, é deputado estadual e coordenador da FREMITUR  – Frente Parlamentar pelo Desenvolvimento dos Municípios de Interesse Turístico

foto1

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *