Pirapora assina convênio com o Fumefi para liberar cerca de R$ 2 milhões para infraestrutura

Graças a intermediação do deputado estadual João Caramez, a cidade de Pirapora do Bom Jesus assinou dia 14/12 contrato do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento – FUMEFI para liberação de cerca de R$ 2 milhões para obras de infraestrutura.

“Com este recurso poderemos realizar importante obra em nossa cidade, o recapeamento asfáltico do itinerário do corredor de ônibus. Agradecemos ao deputado Caramez o esforço e luta para esta conquista do povo de Pirapora do Bom Jesus”, disse o prefeito Dany Wilian Floresti que assinou o convênio no Palácio dos Bandeirantes acompanhado do deputado Caramez e do vereador Luciano Motorista.

Caramez que anunciou a benfeitoria em visita à cidade acompanhado do secretário de Estado da Casa Civil, Samuel Moreira, dia 19/08, ressaltou a satisfação em contribuir para o desenvolvimento do município. “Sou autor do projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa que denomina Pirapora do Bom Jesus município de interesse turístico. Estamos lutando firmemente para a aprovação da lei e com certeza esta pavimentação contribuirá muito para o desenvolvimento turístico da cidade. Assim, vai gerar emprego e renda para a população”, disse o parlamentar que agradeceu ao governador Geraldo Alckmin a liberação do convênio para Pirapora do Bom Jesus.

Desde o início do ano, o Governo do Estado já firmou 1.404 convênios no valor total de R$ 210,29 milhões, em um modelo de investimento que beneficia os municípios mais necessitados. “Os convênios do FUMEFI são para região metropolitana de São Paulo. E ele é inversamente proporcional à riqueza. É interessante, um modelo bem inteligente. Na medida que a cidade vai ficando mais rica ela vai saindo, e aquelas que têm per capita menor recebem mais porque precisam mais e têm mais dificuldade”, explicou o governador.

No mesmo evento, o governador também assinou cinco contratos, com mais cinco municípios da região metropolitana: Carapicuíba, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Franco da Rocha e Embu Guaçu. O valor total desses foi de R$ 28,9 milhões.

Fotos: Assessoria de Imprensa

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *