Caramez consegue para Ibiúna cursos das salas descentralizadas da Etec

              No último dia 28/4, o deputado estadual João Caramez (PSDB) acompanhou o prefeito de Ibiúna, Coronel Darcy Pereira Leite (PSB), em uma audiência com o ex-governador e atual secretário de Estado de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin.
            Caramez explicou ao secretário que Ibiúna necessita de cursos técnicos profissionalizantes para oferecer à população mais oportunidades de trabalho. “Sabemos da qualidade dos cursos oferecidos pelo Estado e como Ibiúna não dispõe atualmente de prédio ou terreno próprio para uma Escola Técnica, gostaríamos de receber os cursos das Salas Descentralizadas”, disse o deputado.
            Como a cidade é basicamente rural os técnicos do Centro Paula Souza, responsável pelas escolas técnicas do Estado, vão analisar juntamente com o prefeito quais cursos serão mais adequados para a população local. Há duas possibilidades. O município pode ser contemplado inicialmente com cursos de gestão de negócios e informática ou de técnicas agrícolas e neste caso, Ibiúna seria a pioneira na região ao oferecer esse tipo de formação.
            “Isso seria muito interessante, porque a população das cidades vizinhas também poderia ser beneficiada, já que a região possui as mesmas singularidades”, disse Alckmin, que se comprometeu a acelerar o processo de instalação dos cursos.
            Além de definir quais os cursos serão ministrados, o prefeito e os técnicos também irão avaliar as escolas municipais da cidade para determinar em qual delas o Programa de Salas Descentralizadas pode funcionar.
            O programa é oferecido pelo Centro Paula Souza, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento, que mantém 157 Escolas Técnicas (Etecs), distribuídas em 125 municípios paulistas. As Etecs ministram o Ensino Médio e o Ensino Técnico (que pode ser feito simultaneamente a partir do 2º ano do Ensino Médio ou após a conclusão deste ciclo). Atualmente, a instituição dispõe de uma grade de 83 cursos técnicos, com duração média de 1500 horas/aula (três semestres). Segundo Alckmin, a cada cinco alunos que concluem o curso, quatro já saem empregados.

Um comentário em “Caramez consegue para Ibiúna cursos das salas descentralizadas da Etec

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.