EMTU apresenta projeto do Corredor Metropolitano para a população de Itapevi

Quarta-feira, dia 07/04, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) realizou uma reunião com a população de Itapevi para apresentação do Projeto de construção do Corredor Itapevi-São Paulo (Butantã)- trecho Itapevi/Jandira.  O deputado estadual João Caramez, articulador do projeto junto ao Governo do Estado de São Paulo, participou do encontro que aconteceu na Escola Municipal André Franco Montoro, na Vila Dr. Cardoso. Nesta que foi a segunda reunião com a comunidade, a EMTU anunciou que em julho serão iniciadas as obras. O primeiro encontro aconteceu em Jandira, no dia 05/04.

Na reunião, o chefe de gabinete da presidência da EMTU, Michael Sotelo, agradeceu o empenho do deputado Caramez para a conquista desta importante benfeitoria. “O deputado batalhou para que os recursos entrassem no orçamento, o seu trabalho foi muito importante para a concretização do projeto”, salientou. Sotelo refere-se a emenda de Caramez nº 7.771, ao projeto de lei 1.162/2007, em que reivindicou a destinação de R$ 30 milhões (valor da obra naquele ano) para finalizar o Corredor Metropolitano entre Itapevi e Jandira, conseguindo incluí-la no Orçamento de 2008, agilizando assim o processo de retomada das obras.

O vereador Luciano de Oliveira Farias também agradeceu ao deputado Caramez pelo trabalho em prol da construção do Corredor Metropolitano Itapevi/Jandira. “Parabenizo o deputado João Caramez pelo empenho por esta obra que vai trazer grande desenvolvimento”, disse.

Entre as ações encabeçadas por Caramez em prol da construção do corredor metropolitano também estão a realização de Audiência Pública, em outubro de 2007, para discutir a retomada das obras que foram iniciadas na década de 80 e interrompidas em meados dos anos 90 sem finalizar os trechos Itapevi, Jandira e Osasco. Em novembro de 2008, Caramez, acompanhado por uma comissão de representantes de Itapevi e Jandira, também esteve com o secretário adjunto dos Transportes Metropolitanos, João Paulo de Jesus Lopes, para novamente reivindicar a benfeitoria.

Para o deputado, a conquista desta obra representa um grande benefício para os trabalhadores que utilizam o transporte público. “Estamos iniciando a realização do nosso sonho de ter um corredor de ônibus para atender os trabalhadores”, citou Caramez ressaltando também o grande investimento do Governo do Estado de São Paulo por meio do Plano de Expansão do Transporte Metropolitano que é o maior projeto de transporte público já realizado no Brasil. Até 2010, o Estado investirá R$ 20 bilhões no Metrô, CPTM e EMTU/SP.

Na explanação sobre as obras, o coordenador do projeto do Corredor Metropolitano, engenheiro Roberto Fazilari, apresentou o cronograma do projeto que inclui nas próximas ações a licença de instalação ambiental prevista para o mês de junho e, no mês seguinte, a contratação das obras.

Segundo Fazilari, o custo estimado da obra será de R$ 57 milhões, contemplando a construção de cinco km de viário, de Itapevi a Jandira, com calçadas, ciclovia, passarela, viaduto e pontos de parada que atenderão 16 mil passageiros ao dia.

O Corredor Metropolitano Itapevi-São Paulo integra o Plano de Expansão do Governo do Estado de São Paulo e se estenderá por 33 km desde o município de Itapevi, na estação de trem da CPTM, até a futura Estação Butantã, da Linha 4- Amarela, do Metrô. O projeto integrará linhas de ônibus municipais, metropolitanas, trem e metrô, atendendo os municípios de Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba, Osasco e São Paulo que, juntas, somam 12,5 milhões de habitantes.

Estavam presentes na reunião o vice-prefeito de Itapevi, Jaci Tadeu, o presidente da Câmara Municipal de Itapevi, Marcos Godoy, o vereador Paulo Rogiério e o comandante da 3ª Companhia do 20° BPM/M de Itapevi, capitão Ângelo Aparecido Moitinho.

Programa EMTU na Comunidade

Visando mostrar os benefícios futuros do Corredor Metropolitano Itapevi – São Paulo (Butantã), trecho Itapevi-Jandira, foi lançado o Programa EMTU na Comunidade, uma ação de comunicação e relacionamento com a população de Itapevi e Jandira, durante a gestão do projeto.

Por meio do programa, a EMTU desenvolverá cadastro socioambiental, reuniões e palestras na comunidade, entre outros trabalhos. Além disso, a empresa manterá postos de atendimento em Jandira e em Itapevi para prestar esclarecimentos à população. Com isso, a EMTU garante total transparência ao processo, permite que todo o cidadão tenha uma atuação participativa e contribui para tornar o projeto um grande benefício a toda a população.

 

Caramez fala do projeto do Corredor Itapevi Jandira na reunião em Itapevi
Caramez fala do projeto do Corredor Itapevi Jandira na reunião em Itapevi
Munícipes acompanham explanação de Caramez sobre o Corredor Metropolitano
Munícipes acompanham explanação de Caramez sobre o Corredor Metropolitano

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.