Frente das Hidrovias realiza reunião itinerante em Barra Bonita

A Frente Parlamentar das Hidrovias (FPH), coordenada pelo deputado estadual João Caramez (PSDB), realiza no próximo dia 19, sua terceira reunião itinerante. O evento, realizado em parceira com a prefeitura de Barra Bonita, acontecerá a bordo da embarcação San Marino e reunirá integrantes da frente, prefeitos, vereadores e interessados no melhor aproveitamento da Hidrovia Tietê Paraná.
Após o embarque em Barra Bonita, os integrantes navegarão rio acima até a eclusa (um elevador de águas que serve para subir ou descer as embarcações) da cidade e viverão a experiência de transpor os desníveis causados pelas barragens e navegar até a cidade Jaú.
Durante o passeio, a Frente também realizará o seminário “Transporte Hidroviário – Solução de Desenvolvimento Econômico que Respeita o Meio Ambiente”, que contará com a participação do deputado João Caramez; do prefeito de Barra Bonita e presidente do Consórcio Intermunicipal Tietê Paraná (CITP), José Carlos de Mello Teixeira; e de Frederico Bussinger, diretor do Departamento Hidroviário da Secretaria de Estado dos Transportes; entre outros.
 
 Programa
 
3ª REUNIÃO ITINERANTE DA FRENTE PARLAMENTAR DAS HIDROVIAS
 
DATA: 19/06/2009                                                     
LOCAL: BARRA BONITA-SP
NAVIO: SAN MARINO  
 
 
9H00 – EMBARQUE: Porto das Embarcações de Turismo, Av. Pedro Ometto (em frente ao Museu Municipal) – Barra Bonita
 
9H30 – NAVEGAÇÃO
             ABERTURA DO SEMINÁRIO: “TRANSPORTE HIDROVIÁRIO – SOLUÇÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO QUE RESPEITA O MEIO AMBIENTE”
Palavras do DEPUTADO JOÃO CARAMEZ – Coordenador da Frente Parlamentar das Hidrovias – FPH
Palavras do sr. JOSÉ CARLOS DE MELLO TEIXEIRA – Prefeito Municipal de Barra Bonita e Presidente do Consórcio Intermunicipal Tietê Paraná – CITP
           
             PAINEL I – A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ
FREDERICO BUSSINGER – Diretor do Departamento Hidroviário, representando o sr. MÁRIO ARCE, Secretário de Estado dos Transportes – “Proposta de Dinamização da Hidrovia Tietê-Paraná”
 
10H20 – ECLUSAGEM
 
11H00 – NAVEGAÇÃO
               PAINEL II – A UTILIZAÇÃO DA HIDROVIA
 
LUIZ FERNANDO HORTA SIQUEIRA – Presidente do SINDASP – Sindicato das Empresas de Navegação de São Paulo – “Vantagens e Desvantagens do Transporte Hidroviário”
 
JOSÉ ROBERTO DOS SANTOS – Coordenador de Infraestrutura e        Logística da Secretaria do Desenvolvimento – “Conexões Multimodais e Incentivos Fiscais”
 
CAP. FRAG. MARCOS DUTRA JANINO – Comandante da Capitania dos Portos de Barra Bonita – 8º Distrito da Marinha – “Segurança da Navegação”
 
11H40 – DEBATE COM O PÚBLICO
 
12H00PAINEL III – SUSTENTABILIDADE DA HIDROVIA
 
MÁRIO MANTOVANI – Presidente da SOS Mata Atlântica – “Meio Ambiente – Fator preponderante para a sustentabilidade no uso múltiplo dos rios”
 
CASEMIRO TÉRCIO DOS REIS LIMA CARVALHO – Coordenador de Planejamento Ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente “Cenários Ambientais e Políticas Públicas Multisetoriais”

12H30 DEBATE COM O PÚBLICO
       
13H00 ENCERRAMENTO do Seminário com a palavra das autoridades presentes
                      –
13H30 – ALMOÇO A BORDO 
                Navegação pela Usina Diamante (Jaú) e Porto Intermodal (Pederneiras)
 
15h30DESEMBARQUE – Marina do Sol – Jaú
…..
Hidrovia e Meio Ambiente
 
No cenário de discussões sobre mudanças climáticas, não se pode admitir peso menor ao transporte de qualquer natureza na emissão de gases de efeito estufa. Assim sendo, o trabalho realizado pela Frente Parlamentar das Hidrovias-FPH pauta-se na relevância e urgência de se promover o Transporte Sustentável, por meio da mudança da matriz de transportes, priorizando o aumento da utilização de modalidades com maior eficiência energética, menor queima de combustíveis fósseis e com menor emissão de quantidade de poluentes por unidade transportada, como a hidrovia, a ferrovia e a dutovia.
 
Como um dos modais de transporte que causa menor impacto ambiental, o transporte hidroviário não pode deixar de ser destacado na Política Estadual de Mudanças Climáticas. Nossos rios navegáveis, tais como o Piracicaba, Paranapanema, Paraíba do Sul, Grande, dentre tantos outros, assim como o conjunto de reservatórios hídricos munidos de eclusas como aqueles do Sistema Tietê-Paraná, representam o maior patrimônio natural que viabiliza um transporte – tanto de cargas como de passageiros – ambientalmente limpo, infraestruturalmente barato e operacionalmente seguro, com os menores índices de queima de combustíveis fósseis e de emissões de carbono na atmosfera, se comparado aos modais aeroviário, rodoviário e ferroviário.
 
Sobre a Frente Parlamentar das Hidrovias
 
Criada, em 2006, pelo deputado estadual João Caramez (PSDB), a Frente Parlamentar das Hidrovias é composta por mais de 30 deputados e tem o objetivo de incrementar a utilização racional e integrada dos recursos hídricos do Estado de São Paulo para o transporte de cargas e passageiros e desenvolver o seu potencial econômico, em conjunto com as entidades representativas do setor.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.