Hospital de Cotia agora é do Estado

            O governador José Serra, juntamente com o secretário de Estado de Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata, assinou na última terça-feira, 11/9, em Cotia, convênio que autoriza o governo paulista a assumir o Hospital Odair Pedroso, que a partir de agora, além de atender os quase 200 mil habitantes da cidade, passa a atender pacientes dos municípios vizinhos, ampliando sua área de atuação para quase 1 milhão de pessoas.

Segundo Serra, o objetivo do governo é tornar o hospital referência de alta complexidade para toda a Região Oeste. Com 150 leitos, a unidade custará anualmente ao Estado cerca de R$ 30 milhões e será gerenciada por uma Organização Social de Saúde, a partir do próximo mês.

“Este hospital estava praticamente fechado. Agora, estadualizado, ele vai ter um serviço regular, de qualidade permanente”, disse o governador fazendo referência às sérias dificuldades financeiras e administrativas pelas quais o hospital vinha passando nos últimos anos.

Os deputados estaduais João Caramez (PSDB), Gil Arantes (DEM), Rodrigo Garcia (DEM) e Gilmaci Santos (PRB) prestigiaram a assinatura do convênio, que também contou com a presença dos deputados federais Edson Aparecido e Fernando Chucre, ambos peessedebistas.

Escolas Técnicas

Em seu discurso, Serra também falou sobre sua meta de dobrar o número de Escolas Técnicas (ETECs) no seu governo. Ele garantiu aos presentes que Itapevi, Barueri, Taboão da Serra e Embu serão contempladas com a instalação da escola profissionalizante mantida pelo Centro Paula Souza, que também administra as Fatecs paulistas (Faculdades de Tecnologias).

Segundo o governador, os compromissos com esses municípios já foram firmados e agora as prefeituras devem entrar com a contrapartida, que é a doação de terrenos ou prédios para a instalação efetiva das escolas.

           No início de agosto, Caramez e a prefeita Ruth Banholzer participaram de uma audiência com a superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, para definir a instalação de uma ETEC na cidade. Na ocasião, Ruth confirmou o interesse da prefeitura em receber a escola. Outro ponto definido foi que já no primeiro semestre de 2008, a cidade receberá dois cursos do Programa de Salas Descentralizadas (Informática e Logística), atendendo a no mínimo 80 alunos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.