Parlamentar participa de consulta pública sobre Mudança do Clima

           O deputado João Caramez (PSDB) participou na manhã desta segunda-feira,24, de consulta pública realizada pelo vereador Gilberto Natalini (PSDB), na Câmara Municipal de São Paulo, que discutiu a criação de uma política pública municipal de Mudança do Clima.
            O evento contou ainda com a particição do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, do secretário-adjunto de Relações Internacionais do município, Fábio Goldman, e do presidente do Conselho de Meio Ambiente da Fiesp, Walter Lazzarini, entre outros.
            A consulta teve como objetivo discutir o projeto de lei (PL) 01-530/2008 de autoria do Poder Executivo municipal e o projeto de lei 01-239/2007, de autoria dos vereadores Paulo Frange, Antonio Carlos Rodrigues e Juscelino Gadelha.
            Os dois projetos tratam basicamente do mesmo assunto e visam criar uma política pública de prevenção às mudanças climáticas estabelecendo regras para a contenção do efeito-estufa, redução do lixo e coleta seletiva, e promoção do uso de energias renovávies entre outras ações.
            O PL de autoria do Legislativo contempla apenas 10 artigos enquanto que o do Executivo apresenta 51. “Ambos se entrelaçam e um completa o outro. Por isso, estamos realizando a consulta para definirmos como vamos votá-los, se em separados, se apenas um ou se poderemos fazer uma fusão dos dois”, explicou Natalini.
            O deputado Caramez elogiou a iniciativa tanto dos vereadores como do prefeito Gilberto Kassab pela criação dos projetos e ressaltou que São Paulo com a implantação de uma política pública sobre mudança do clima mais uma vez dá exemplo a todo o país.
            “Além disso, gostaria de sugerir que fosse contemplado no projeto estudos para o implemento do modal hidroviário. A hidrovia utilizada como transporte de pessoas e de cargas será fundamental na preservação ambiental, já que este modal tem mais eficiência energética, consome menos combustível e quase não emite gases poluentes”, explicou o deputado que é o coordenador da Frente Parlamentar das Hidrovias, na Assembléia Legislativa do Estado.
            O secretário municipal do Verde, Eduardo Jorge, reconheceu a contribuição de Caramez ao projeto. “Realmente, ao criarmos o PL na pensamos na hidrovia. Mas nada impende que os vereadores façam uso desta nova informação na hora da votação”, disse.
Caramez sugeriu que a utilização da hidrovia também seja incluída ao PL

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.